...
annakendrick:


"If there is any town this world would be better without, this is it."

Dogville (2003)

annakendrick:

"If there is any town this world would be better without, this is it."

Dogville (2003)

3 days ago 446 notes Via annakendrick
Post permalink Reblog this post View larger
...
...
issietheshark:

the science of sleep (2006)

issietheshark:

the science of sleep (2006)

2 weeks ago 31,647 notes Via chocolatecocacolaeorgasmos By issietheshark
Post permalink Reblog this post View larger
...
...
ryangooseling:

you’re welcome i guess

ryangooseling:

you’re welcome i guess

1 month ago 3,214 notes Via ryangooseling
Post permalink Reblog this post View larger
...
"Sobre as flores escrevo versos declarados, sobre o mar habito meu corpo nos teus lindos olhos de amargura. Neles as pétalas rubras estão a desabrochar. Eu sei que é cedo pra se falar de amor, meu bem, mas a tua voz embargada proferi nossa redenção. Há muito tempo me contenho. O amor que me basta vejo sempre exuberante las flores de Vicent Van Gogh. Você sabe como eu sou, carrego os risos deslocados, de todos eles que me restam, apenas um eu queria. De tuas palavras raras e sorrateiras eu só te peço mais um verso, talvez um verbo que liberte o meu íntimo tão pálido, me puxando pros seus braços fortes. Eu choro muito, todos os dias, até ouvir a tua voz, que soa lírios e margaridas no meu caos sentimental. Eu tenho o amor dentro de mim mas minhas asas foram cortadas pelo medo de se estar vivo. Nas entrelinhas fico a te esperar enquanto dos céus exijo mais um pouco de ar, de estrelas, de imensidão. Só assim respiro fundo mais uma vez. Qualquer dia desses o entardecer me trará você e nos olharemos como se olhássemos o céu. As minhas lágrimas são confusas eu sei, mas acredite, eu só quero te olhar e te guardar nos meus sonhos ébrios e perfumados. E que venha infinitas vezes a tua voz, meu bem, me cobrir de esperança. Nós ainda avistaremos o vale coberto de flores, e bem no topo da montanha descansaremos nossos corpos sobre a relva esverdeante."

-

Depois que a vida nos mostrou que o amor ainda existe.

Elisa Bartlett

(via agorismos)